DICAS DE SAÚDE Mantenha sua saúde bucal em dia, fique atento as nossas dicas.
Aumentar dentes pequenos

Os dentistas são unânimes em afirmar que dentes separados tem mais facilidade de higienização e, como tal, apresentam menor risco de cáries. Mas quando os dentes são muito separados, normalmente as pessoas reclamam de sua estética e do fato de, algumas vezes, terem algumas limitações fonéticas decorrentes disto. A razão destes dentes de tamanhos menores é, normalmente, vinculada a fatores hereditários e de raça, que levam a alguns dentes, principalmente os de menor função, como os laterais e pré-molares, a ser despro¬porcionalmente menores que os demais, tirando a harmonia da dentição e em, alguns casos, dando feições juvenis e infantis às arcadas de pessoas adultas, gerando-lhes descontentamentos ou traumas.

Com a evolução da Odontologia estética, fruto do resultado de pesquisas que levaram ao lançamento mundial de resinas de quarta geração, que têm como características a perfeição de consistência, total similaridade de cor, textura da dentina e esmalte dos dentes, além de características de união absoluta às estruturas dentais, a possibilidade de solução para estes problemas passou a ser total. Tanto que a área da Odontologia que mais cresce entre os clínicos gerais é, justamente, a ligada à estética. Colaborou também muito para este sucesso o lançamento de aparelhos de emissão de luz foto-ativadora, que tem por finalidade polimerizar (endurecer colando) estes modernos materiais restauradores usados para aumentar dentes pequenos ou corrigir pequenas anormalidades de posicionamento de um dente. Também as técnicas de preparo e proteção às partes fundamentais dos dentes evoluíram substancialmente, sendo possíveis, hoje, tratamentos estéticos com cem por cento de sucesso, sempre que bem indicados e executados por profissionais competentes.

A grande vantagem do estado atual da Odontologia é poder mudar radicalmente a aparência das pessoas apenas com pequenas correções na forma de alguns dentes, propiciando, ao todo, uma condição mais harmônica, permitindo ao seu portador um sorriso mais natural, bonito e espontâneo. Estar de bem com sua aparência é a maneira mais direta de nos sentirmos satisfeitos conosco mesmos e mais seguros em nossas atitudes, principalmente naquelas que envolvem relacionamento social através da fala. Se com o sorriso movimentamos vários músculos para expressar alegria e satisfação, com dentes que nos desagradem enrijecemos alguns músculos da face, para não mostrar ou minimizar a aparência de dentes que nos desagradam. Com os dentes refeitos dentro dos modernos padrões de estética facial, podemos soltar nossa personalidade e desfrutar da espontaneidade, nossa característica maior depois do sentimento.

Como nosso corpo em seu todo, nossos dentes têm um período paralelo de desenvolvimento e crescimento. Até a adolescência não só eles podem crescer como mudar de posição, alterando tamanho e inclinação. Após esta fase, só mudarão por alguma disfunção, sendo a partir de então o momento indicado para as correções que se fizerem necessárias para acertar forma e estética. Na dúvida, existem meios de determinação de idade óssea e término da fase de crescimento. Dentes pequenos são corrigidos por dentistas com material e aparelho apropriados, procedimento que pode ser feito pelo seu dentista de sempre ou caso este não se dedique muito à estética, indicado por ele, um especialista em dentística restauradora. Antes de se decidir por este recurso, pergunte o que vai ser feito, que material vai ser usado, como vai ficar e que garantias lhe podem dar quanto ao resultado final, que certamente irá mudar sua auto-estima.

Autor: Antônio Inácio Ribeiro

Av. da Saudade, 621 - Santa Marta
38061-000 - Uberaba/MG
isoodonto@isoodonto.com.br
(34) 3312.8980 / 3321.8837
CRO/CLM 2073 - Responsável Técnica
Drª Ana Virginia Prata do Nascimento
CROMG 14.498
/IsoOdonto
Copyright © 2019 • iso odonto - Todos os direitos reservados